sábado, 29 de maio de 2010

Problemas sexuais

___________




Depois de toda aquela preparação com figurino, escolha de ambiente, bebida, conversinha mole, só resta a cama e seu desempenho. Na hora h, você escolhe o que mais agrada: mandar, obedecer, receber, fornecer... Tudo vai muito bem, certo? Errado! Cuidado para não transformar o seu show em tragédia. “Credo que exagero”, diz você aí. A gente garante que não é. Muitas pessoas têm milhões de dúvidas e insatisfações quando se trata de desempenho sexual, se você não tem, sorte sua.


Segundo uma pesquisa realizada pelo Projeto de Sexualidade, da Universidade de São Paulo, metade das brasileiras são insatisfeitas sexualmente. Uma em cada duas tem alguma queixa. Agora pense, em quantas sofrem caladas.

As maiores reclamações são de falta de vontade de fazer sexo e ausência de orgasmo e excitação. Que tal, estimados leitores malvadinhos, nos dedicarmos um pouco mais ao prazer da nossa parceira? Você sabia que a maioria dos casos de falta de apetite sexual se deve a doenças? Confira quais são as razões mais comuns das mulheres para a falta de prazer, veja se é o seu caso e saiba como se divertir mais:

Eu não fico excitada!
Primeiramente: como é seu parceiro? Ele te dá atenção ou chega abre a calça e manda ver? Rola umas carícias? Ás vezes a gente fica tão preocupada em atingir ao orgasmo que esquece de aproveitar o momento. Muitas vezes, você se preocupa tanto em agradar o parceiro que esquece de você mesma. Vá com calma, imagine uma situação, toque-o, peça para ser tocada e bola pra frente. Se nada disso adiantar, o ressecamento vaginal pode indicar o início da menopausa ou de doenças na tireoide, como hipotireoidismo ou hipertireoidismo. Consulte um médico.

O que é esse tal orgasmo, tia?
É algo que você só vai saber quando tiver, sobrinha. Você tem a vontade de transar, a empolgação, ta lá no “bem-bom” e nada de gozar? Se eu te falar que isso é algo entre você e você, acreditaria em mim? Só você conhecendo o seu corpo, se tocando, sabendo onde gosta de ser pegada que você vai se soltar de possíveis traumas e esquecer, talvez, uma educação sexual repressiva. Lembra quando sua mãe dizia que você só poderia transar depois do casamento? Se você bebeu demais, tomou tranquilizantes ou remédios para hipertensão, as chances de um orgasmo caem drasticamente. Se masturbe, veja se você chega ao clímax. Se não, procure um ginecologista.

Não fico a vontade...
Preciso dizer que você precisa se sentir segura com o parceiro? Preciso dizer que você só deve transar se realmente estiver afim? Precismo mesmo dizer que se você está com raiva, mágoa, depressão, medo de engravidar, culpa em relação ao sexo, antigas experiências ruins, tpm... você não terá satisfação sexual? Garota, ninguém que estiver desanimada vai conseguir se sair bem. Isso afeta a produção e a liberação dos hormônios sexuais, essenciais para você se liberar na cama. Uma dica é você tomar umas taças de vinho para ficar mais a vontade, tem gente que afirma que isso faz descer a pomba gira, sabia? Se persistirem os sintomas, consulte um psicólogo.

Sinto dor quando vou transar
Sei que alguns parceiros são dotadíssimos, e tudo mais, e a tendência é que quando você sabe disso, solte uma “trava” que não permite você se soltar. Ninguém fica feliz de encarar um Kid Bengala, colega, mas temos que dar um jeito nisso. Isso não acontece só com você, se acalme. Segundo a pesquisa, duas em cada três mulheres já se queixaram de dores durante o ato sexual. O que você deve fazer? Capriche muito nas preliminares. Converse com o parceiro e só deixe a penetração acontecer quando você estiver inacreditavelmente excitada. Se você não se encaixa nas ocasiões citadas, procure um ginecologista, pode ser mioma.

Não estou com vontade!
A primeira pergunta que eu sempre faço é: Você anda estressado(a)? Como andam as coisas no seu trabalho? E com a família. Não adianta gente, de duas uma. Ou você anda estressado demais e não sente vontade de transar ou você está com algum problema de saúde. Consulte seu médico e faça exames para pressão alta e problemas cardiovasculares. Se você é sedentário(a) é um forte candidato a não ter vontade mesmo.

O sexo virou rotina
No começo do namoro vocês transavam até na rua, se tivessem oportunidade. Agora, só por obrigação. Deveria cair o pinto e nascer uma verruga na perseguida de quem transa por transar, sério. Não é porque vocês já passaram da fase inicial do relacionamento que devem diminuir a quantidade do sexo. Não vem dizer que a rotina pegou vocês e que tudo caiu na mesmice. Se não está bom para os dois, e não deve estar, procurem estimular o sexo e não as desculpas. E concordem, há mil maneiras de inovações que já relatamos neste blog que você está lendo.

Eu odeio o meu corpo
Gorda, alta, baixa, magra demais, sem peito, peituda, celulite, estria, etc, etc. Você realmente acha que o homem vai parar uma transa e dizer: “Poxa, brochei com essa sua celulite, desculpe!”. Ele vai ficar agoniado se você não estiver se sentindo a vontade. Não existe coisa pior do que transar com alguém que tenta esconder o corpo. Se o seu corpo não é um exemplo de perfeição, procure melhorá-lo por você. O que não pode, é você fazer isso com você mesma! Se a ex-namorada dele tinha o corpo mais bonito que o seu, dane-se. Ele está transando com você. Isso só vai te deixar com mais e mais vergonha. No que isso acarreta cara leitora do Malvadas? Você vai reprimir o seu próprio tesão. Não há nada mais sexy que uma mulher que seja confiante e decidida.

Agora saia do blog e vá praticar!

Para ler mais coisas legais visitem:

CLIQUE AQUI

0 Comentários:

Postar um comentário

Você pode utilizar:
<b>NEGRITO</b> | <em>ITÁLICO</em> | <a href="LINK">TEXTO DO LINK</a>